Serviços / Vidraçaria

Os melhores tipos de vidros

FECHAMENTOS EM SACADA


image
image
image
image

image
image
image
image

image
image
image
image


As fachadas, varandas ou locais que tenha o mesmo perfil, devem levar em conta o estilo da construção, o vão do local e as curvaturas, pois no mercado possuímos 3 tipos de estrutura para realizar o fechamento de áreas.

Sistema Europeu. É o mais vendido atualmente. Permite a abertura total do vão e se adapta a todos os formatos de varanda. As folhas de vidro ficam alinhadas num único trilho por um pivô central. Com um giro de 90 graus, elas se recolhem por completo em um dos cantos. Tendo baixa vedação a água ou conhecida como fechamento em RETA.
 

Sistema Stanley. De acordo com o tamanho do vão, acrescentam-se mais trilhos por onde as lâminas de vidro podem correr. Assim, a abertura fica quase completa: todas as folhas se escondem atrás de um painel fixo. A distribuição versátil controla o vento de forma especialmente eficaz, ou conhecida como fechamento em L.
 

Sistema Versatik. Funciona como uma grande janela, com duas laterais fixas e as lâminas centrais móveis correndo por um único trilho. A desvantagem está na limitada abertura do vão, a menor entre os sistemas. Por outro lado, apresenta a mais alta capacidade de vedação da chuva, ou conhecida como fechamento em U.

Devendo ser sempre realizada com vidro laminado 4+4 ou 5+5 mm.

Pode ser aplicado em vãos cujo o formato pode ser em L, U e reta, sendo aplicada em varandas, sacadas e também como divisória de ambientes.

Seu acabamento é realizado em alumínio anodizado, com borrachas e protetores.

Sua manutenção deve ser periódica, com lubrificação das roldanas e de 6 em 6 meses realizar as trocas dos pneus da roldanas, pois como o pneu de um veiculo estas sofrem avarias, devido o clima, o fluxo constante e o desgaste natural.

Voltar